segunda-feira, 9 de maio de 2016

Temos muitas novidades!

Olá pessoal!

No dia 16 de dezembro de 2015, aconteceu um acidente aqui em casa e, por conta disso, tive que fazer um longo tratamento que, na verdade, ainda não terminou. Uma mordida de um dos meus gatos infeccionou e demorou muito a curar. Ainda estou em tratamento, mas o susto já passou, graças a Deus. Por conta disso, fiquei um tempinho sem vir aqui postar as novidades.

A gatinha rajada, que eu alimento na rua, quase não a vejo mais, pois agora há uns cães que foram abandonados aqui na rua e que são alimentados e "mais ou menos" cuidados por meus vizinhos, que não deixam os gatos circularem em paz! :( Eu continuo colocando ração pra eles, mas os cães, quase sempre pegam a ração e comem. Quando sobra, os miquinhos, expulsos de seu habitat natural, vem de manhã e comem o restante. Já me decidi a pegá-la assim que a vir, mas não tenho visto! :(



Nessa mesma época, acho que em janeiro desse ano, apareceu outra gatinha ainda bebê, sialata, que também vinha comer na calçada. Mas ela, diferentemente da gatinha rajada, ficava "pedindo" para entrar: parava no portão ou na praça e ficava olhando pra cá por muitas horas. Percebi seu apelo e sua total fragilidade e a resgatei em março. Já foi castrada, testada para Fiv e Felv (negativa!) e já pegou corpinho de "gata que tem casa" (está gordinha). Já está disponível para adoção. Seu nome é Pétala e ela é linda de viver! Uma bonequinha :)


*Nas fotos acima, ainda no isolamento

Quem ficou bastante doente, de repente, foi a Maria Chiquinha, filha da Lila, a primeira Dignicat. Assim que percebi ela "meio estranha", corri com ela pra consulta e depois de exames de sangue, ultrassonografia normais, fizemos um raio-x e foi constatada Doença Articular Degenerativa - Osteoartrite. Ela ainda está acima do peso, apesar de ter emagrecido quase dois quilos. Está com 7,8 kg, mas chegou a pesar 9,4 kg. É muito sedentária e tranquila, por isso engordou muito. Já antes da doença, comecei a dar ração light pra todos os gorduchos. Ela emagreceu um pouco e, com a doença, mais um pouco. Mas ainda não é suficiente, precisa emagrecer mais, só não sei como, pois estacionou, mesmo com a ração light. Passada a crise de dor, que foi uma fase horrível: ela não queria comer, não bebia água e tudo tinha que ser forçado, na seringa! Agora está bem e nem parece que tem essa doença. O ruim é que terá que tomar regenerador articular, que eu já comprei, mas sinceramente, não sei como vou fazer pra dar um comprimido tão grande a ela!!!


 Na foto acima, ainda doente e apática. Nas fotos abaixo, já fora da crise e agindo normalmente




Ontem à noite (08/05/2016), o Fábio foi ao posto de gasolina e na volta ouviu miados de filhote, que disse já ter ouvido no sábado. Parou perto de um lixo de coisas velhas que jogaram na praça e eis que, no meio do lixo, havia uma filhotica sialata! Fui lá ver também e a resgatamos. Não deve ter nem dois meses! Estávamos vindo pra casa quando um carro passou por nós e o motorista manobrou com uma ré. Um cachorro que estava dentro do carro saltou para fora e o cara gritou com ele, para que voltasse e saiu disparado! Primeiro pensei que seria um assalto, depois que o cachorro saiu do carro, tive quase certeza que seria abandono, mas o cara ficou sem graça por nos ver e chamou o cãozinho de volta! Deve ter abandonado em outro luga! :'(

Demos banho no bebezinho, que é fêmea e, por incrível que pareça, não tinha pulgas! Apenas os ouvidos estavam em petição de miséria. Já está limpinha, cheirosa e lindinha :)







A Adana, que foi resgatada em novembro, negativa para Fiv e Felv, será castrada em breve e também está disponível para adoção.



Assim que possível, postarei a prestação de contas desse período. Peço desculpas pelo atraso, mas estou realmente muito atarefada, com agenda lotada de compromissos.

Como sempre peço, quem puder colaborar com nosso projeto, qualquer valos ajuda! As despesas com a manutenção de todos eles é bastante alta e a instabilidade financeira do Governo do Estado, desestabilizou a vida de todos nós, servidores. Mais do que nunca, toda ajuda será muito bem-vinda! Nossas contas bancárias para doação, estão descritas do lado direito superior desse blog.

Um grande abraço,

Josi Saldanha

2 comentários:

  1. Gratidão por cuidar dos gatos. O mundo precisa de mais gente como você!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada, Cláudia! Reze por mim :)

    ResponderExcluir